ALBER ELBAZ LEAVING LANVIN: 14 YEARS DOING MAGIC FOR THE FRENCH HOUSE

Onde há fumaça há fogo, já dizia a minha avó. Uma grande verdade na maioria das vezes. Desde ontem que começamos a ouvir rumores sobre a saída do designer Alber Elbaz de uma das mais respeitadas (e maravilhosas) casas Francesas, a Lanvin. E de facto hoje se tornou oficial: Alber está mesmo de saída da Lanvin depois de 14 anos de pura mágica. Nos últimos tempos tivemos notícias semelhantes, como a saída de Raf Simons da Dior. Mas não posso esconder que a notícia da saída de Alber me deixou mais triste… por razões pessoais e por tudo que o designer fez em 14 anos de casa. Nem todos (fora do mundo da moda) sabem o valor da Lanvin. A marca francesa é uma das mais antigas na história da moda. E para mim Elbaz soube na perfeição, ao longo destes anos, como a trazer de volta ao topo das casas internacionais, inovando mas ao mesmo tempo respeitando por completo a sua identidade. Elbaz foi um mágico, um senhor discreto que traduziu o que era a Lanvin contemporânea. A arte dos detalhes colocados da forma mais elegante e discreta, a construção das peças como uma escultura, o drapeado perfeito, a assimetria elegante, as formas a criarem movimento. Isso sem falar dos acessórios de sonho! De sapatos a bolsas ou mesmo às bijuterias de luxo que se tornaram referência no meio. Ele sabia o que fazer para encantar. Ao menos a mim sempre encantou e fez da Lanvin uma das minhas casas preferidas… Não posso evitar ficar triste com a notícia. Mas confio que saibam o que fazem e que tanto a marca coloque alguém à altura, quanto Alber Elbaz continue fazendo a sua mágica onde quer que seja.

Aqui deixo uma homenagem com a escolha de algumas imagens Lanvin por Alber Elbaz. E um obrigado a este grande homem <3

MIX AND DON´T MATCH: WILD PRINTS

Com o quase fim dos desfiles das semanas de moda PV 16, já muita coisa pode ser dita do que vem, do que vai e do que permanece… Mas não é nesse post que vou falar sobre todas as tendências vistas. Aqui só reforço uma: abusem do mix nos prints! Sim, sem medo! Misture estampas como se não houvessem regras, só a vontade de brincar com cores e formas. Desde estampas grandes com estampas pequenas até às geométricas com florais, o que continua com tudo é ver que a moda está liberta e leve! Aproveitem!